sexta-feira, 16 de junho de 2017

Os vira casacas


Quando Rui Moreira protestou com o governo por não ter considerado a candidatura do Porto para acolher a Agência Europeia do Medicamento,  alguns deputados vieram  a terreiro defender o presidente da câmara do Porto e atacar o governo por estar a desconsiderar o Porto.
Depois soube-se que  a candidatura de Lisboa  tinha sido aprovada por unanimidade na AR, incluindo deputados da Invicta ( ainda que eleitos por outros círculos) .
Agora, veio  o arrependimento público e o pedido de desculpas aos portuenses. Como se isso resolvesse alguma coisa e não fosse apenas a demonstração de que os deputados se estão nas tintas para quem os elege. 

6 comentários:

  1. Com a porcaria dos regionalismos quem fica a perder é o país. O parlamentar europeu do norte, hoje deu a imagem de como se pensa no norte. Não perderíamos nada se o norte tivesse mais abstenção porque a grande maioria são uns reaccionários. Porquê o Porto se para lá nos largos últimos anos só tem ido carradas de dinheiro que tem sido gasto em obras de pompa e circunstância e para gestores de luxo. A já luxuosa Casa da Música ainda custou mais 228% do que estava previsto-mais 77,2 milhões- e levou mais 4 anos do que o previsto, pois devia estar pronta para quando o Porto foi Capital Europeia da Cultura- outro luxo que encheu muita gente- que foi em 2001 e as obras só terminaram em 2005. Para já não falar de Serralves. Porque não Faro? Só serve para dar receitas do turismo e onde não tem sido feito nenhum investimento de jeito. Até tem aeroporto.
    O Abreu Amorim é um nojento monte de banha que veio da extrema direita.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desculpe a minha franqueza, Anfitrite, mas esse seu ódio visceral ao norte já é um pouco patológico, não é?

      Eliminar
  2. Lê-se cada coisa...E assim se achincalha uma zona do pais à custa de generalizações idiotas e de origem obscura.
    Só falta mesmo sugerir a construção de um muro!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O importante é que nos preocupemos com o pêlo do bode ou a lã do carneiro, para não falar noutros ornamentos. Razão tem o Carlos quando fala no leite com chocolate.
      Por alguma razão Dom Afonso Henriques, depois de conquistar o Norte, sabia que era muito mais importante conquistar Lisboa, porque era um ponto estratégico para toda a península..

      Eliminar
    2. Há muita gente em Lisboa a quem agradaria construir um muro nas imediações de Coimbra. Pode crer, Célia

      Eliminar
  3. Aliás o leite com chocolate das vacas castanhas tem tudo a ver com a crítica subjacente ao texto do Carlos: os cara-de-pau de alguns deputados da A.R.
    Concordo completamente com a crítica do Carlos e peço-lhe desculpa pela "atomização" tão lusitana do assunto.

    ResponderEliminar